Comportamento

Aprender a ouvir (e não apenas escutar) pode fazer uma enorme diferença na sua vida

Aprender a ouvir (e não apenas escutar) pode fazer uma enorme diferença na sua vida

5 minutos Você sabe qual é a diferença entre ouvir e escutar? A princípio, parecem ser a mesma coisa, mas examinando o conceito de cada uma das palavras, é possível perceber aspectos bem distintos. Muitas vezes escutamos, mas não ouvimos. Quando aprendemos a ouvir verdadeiramente, novas conexões mentais são formadas. Percebemos novos padrões, novas perspectivas, impossíveis de serem percebidas quando apenas escutávamos. Escolhi um episódio distante (e marcante) de minha vida para exemplificar essa teoria. Bem no início da minha carreira profissional, fui um Continue lendo

Chegou ao fundo do poço? Em vez de tomar água suja, tome uma decisão.

Chegou ao fundo do poço? Em vez de tomar água suja, tome uma decisão.

6 minutos Quase todos nós já experimentamos situações que podem ser classificadas como o fundo do poço da existência. São momentos em que (aparentemente) não existe um único fio de esperança para nada. Somente a dor, frustração, medo, raiva, revolta, cansaço, mágoa, e tantos outros sentimentos negativos dão as cartas em nossas mentes. Justamente no ápice destes momentos de total desespero, em que frases como não aguento mais viver assim não saem de nossas cabeças, que Deus (ou o universo, destino ou o que Continue lendo

#6 passos poderosos que você precisa conhecer para mudar qualquer comportamento indesejável

#6 passos poderosos que você precisa conhecer para mudar qualquer comportamento indesejável

9 minutos Se você não é uma pessoa que se acha o último biscoito do pacote de tão perfeita, deve ter alguma coisa que queira mudar em sua aparência ou personalidade. Este texto não é indicado para quem quer modificar algum aspecto físico, como o formato do nariz, tamanho da orelha ou até cor dos olhos, mas para quem deseja mudar comportamentos nocivos que, apesar de proporcionarem resultados (sentimentos) esperados, são danosos em um contexto mais amplo. Desde o comer demais, fumar, beber, até Continue lendo

Atitudes mentais: a chave das portas do céu e do inferno

Atitudes mentais: a chave das portas do céu e do inferno

8 minutos Independente de conceitos religiosos, todos nós temos uma definição pessoal sobre céu e inferno. As mais comuns estão relacionadas com um local para onde as pessoas são encaminhadas após a morte física, de acordo com suas obras em vida e, naturalmente, com suas crenças. Uma definição mais ampla, no entanto, está na ideia de que cada um de nós tem o poder de criar estes lugares de puro êxtase ou de extrema agonia. Estar no céu ou no inferno é uma simples Continue lendo

Como exercitar a habilidade de pensar antes de agir e reduzir o risco de tomar decisões precipitadas

Como exercitar a habilidade de pensar antes de agir e reduzir o risco de tomar decisões precipitadas

4 minutos O ser humano tem uma certa tendência de elaborar julgamentos e condenações mentais sem ter dados suficientes e consistentes, tomando ou impondo decisões impensadas, infundadas e injustas. Alguns consideram tais atitudes como naturais. Pode até ser algo inerente da espécie, mas isso não quer dizer que sejam adequadas para quem busca uma existência harmoniosa. Agindo sem pensar, baseados em conclusões precipitadas, podemos gerar uma série de aborrecimentos e até fatalidades que nem o arrependimento mais profundo e sincero poderá corrigir. Vamos usar Continue lendo

Como dar o primeiro passo para realizar seus sonhos e evitar a frustração?

Como dar o primeiro passo para realizar seus sonhos e evitar a frustração?

3 minutos Todos nós temos sonhos de uma vida plena e feliz, certo? E quantos foram atrás dele com garra e convicção, sem se deixar influenciar pelas circunstâncias e obstáculos? Poucos, posso garantir. Eu sempre quis ser músico, mas nunca aprendi a tocar um instrumento. Eu sempre quis morar fora do país, mas nunca tive coragem. Eu sempre quis trocar de emprego, mas tive medo de tentar uma nova carreira. Cenários desta natureza são familiares para você? Para a maioria das pessoas, posso garantir Continue lendo

Opinião: tenha a sua, mas respeite o que os outros têm a dizer

Opinião: tenha a sua, mas respeite o que os outros têm a dizer

6 minutos Ter opinião sobre qualquer assunto é um direito que cabe a todos que vivem em países onde reina a democracia e a liberdade de expressão, mesmo que seja apenas em teoria. No entanto, muitos consideram suas opiniões como verdades absolutas universais e não admitem que sejam contestadas. Agem como o personagem do clássico de Zé Keti, lançado em pleno regime militar: podem me prender, podem me bater, podem até deixar-me sem comer, que eu não mudo de opinião. Nota: a canção Opinião, Continue lendo

Empurrando com a barriga: a arte de adiar e deixar tudo para amanhã.

Empurrando com a barriga: a arte de adiar e deixar tudo para amanhã.

7 minutos Amanhã eu faço! Melhor adiar isso para outra hora! Mais tarde vejo isso! De segunda, não passa! Assim que possível, vou dar uma olhada! Hoje não é um bom dia para isso! Semana que vem eu resolvo! Começo no início do mês! Deixa terminar o ano para me preparar e em janeiro eu começo! Quantas vezes você já ouviu frases semelhantes. Ou, pior!! Quantas vezes você já disse essas frases para alguém ou para si próprio? Se proferidas por alguém que apenas Continue lendo

Por que a zona de conforto pode destruir sua vida…e o que fazer para escapar?

Por que a zona de conforto pode destruir sua vida…e o que fazer para escapar?

10 minutos “A vida começa no final de sua zona de conforto” (Neale Donald Walsch) Antes de mais nada, quero dizer que não concordo com o termo zona de conforto, tão utilizado na administração, psicologia e tantas outras ciências humanas. Por se tratar de uma série de comportamentos, pensamentos e ações que nos castram a criatividade e a força de irmos além de nossos limites, acredito que a nomenclatura zona de desconforto seria mais adequada. Apesar de gerar uma suposta condição de segurança, a Continue lendo

Se você não entender que somos a média das pessoas com quem convivemos, irá se odiar depois

Se você não entender que somos a média das pessoas com quem convivemos, irá se odiar depois

7 minutos Quem você pensa que é? Quem são suas companhias? Nem sempre sabemos responder a primeira pergunta, mas ao respondermos a segunda, podemos ter uma ideia muito próxima de quem, realmente, somos. No empreendedorismo, na psicologia e na administração, existe a máxima – cunhada pelo brilhante escritor e palestrante americano Jim Rohn –  que afirma o seguinte: nós somos a média das cinco pessoas com quem mais passamos o tempo. Mas isso não é nenhuma novidade, afinal os grandes pensadores, filósofos, provérbios populares e Continue lendo